Poder municipal incentiva criação de cooperativa para catadores de material reciclável

A Prefeitura de São Raimundo Nonato por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente vem trabalhando para que os catadores de material reciclável possam exercer suas atividades por meio de cooperativa,  organização constituída por membros de determinado grupo econômico ou social que objetiva desempenhar, em benefício comum, determinada atividade.

O Secretário Municipal do Meio Ambiente, André Landim, vem realizando reuniões com os catadores com a finalidade de mostrar as vantagens do cooperativismo.

” Realizamos duas reuniões em que foi apresentado a importância do trabalho em equipe, a importância de todos estarem unidos por uma mesma causa. Estamos na parte de adesão, acredito que vá dá certo, temos dezoito trabalhadores interessados, o mínimo para a criação da cooperativa são vinte. No dia onze teremos mais uma reunião e acredito que terão mais interessados e assim vamos montar o nosso estatuto, que está sendo preparado para ser discutido com eles e assim, marcar a assembleia de criação”, afirmou o gestor.

A Prefeita Carmelita Castro ressaltou os benefícios de se criar a cooperativa.

“A intenção da cooperativa é tirar muito do material que vai pras valas do aterro e consequentemente ter uma redução no lixo soterrado, sem falar que será um ganho para os catadores, no sentido de que eles possam ter acesso ao material limpo e vai trazer mais cidadania pras pessoas, vai dá uma cara nova na política de resíduos sólidos no município, pois a partir da cooperativa pode se estabelecer um programa pra coleta seletiva”, disse Carmelita.

Com a criação da cooperativa a prefeitura vai estudar a possibilidade de doar um prédio para esses profissionais e estabelecer pontos de entrega para a coleta voluntária, além disso pretende-se realizar campanhas de separação do material seco e úmiido.