Prefeitura promove capacitação sobre hanseníase para profissionais da Atenção Básica

Os profissionais estão passando por atualização quanto à teoria e prática do diagnóstico, tratamento, prevenção de incapacidades em hanseníase, além de ações que promovam a prevenção do estigma e da discriminação.

A Prefeitura de São Raimundo Nonato, por meio da secretaria de Saúde, realiza capacitação voltada para profissionais da Atenção Básica sobre atendimento, diagnóstico e tratamento da hanseníase.

Os profissionais estão passando por atualização quanto à teoria e prática do diagnóstico, tratamento, prevenção de incapacidades em hanseníase, além de ações que promovam a prevenção do estigma e da discriminação.

Nesta segunda-feira (27) reunimos médicos e enfermeiros da Atenção Básica, para bem atender a nossa população, diagnosticar a hanseníase de forma correta e realizar o tratamento necessário. Essa capacitação é de fundamental importância, pois qualifica o profissional para proceder com a detecção precoce da doença, explicou o secretário de Saúde, Jussival Júnior.

Participaram da abertura da capacitação o secretário de Saúde, Jussival Júnior, a diretora do Hospital Regional Senador José Cândido Ferraz, Nilvania Nascimento, o coordenadora da 12ª Regional de Saúde, João Eudes, coordenador a Unidade de Pronto Atendimento – UPA e o médico facilitador da capacitação Anderson Martins.

Detecção e tratamento

A hanseníase é uma doença crônica, transmissível, de notificação compulsória, que tem como agente etiológico o Mycobacterium leprae. A doença acomete principalmente pele e nervos e sua transmissão se dá pelas vias aéreas superiores por meio de contato próximo e prolongado de uma pessoa suscetível (com maior probabilidade de adoecer) com uma pessoa doente sem tratamento.

A doença tem cura, e todo o tratamento é ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS).  A investigação dos contatos domiciliares e sociais das pessoas acometidas pela doença é a principal estratégia para a interrupção da cadeia de transmissão.

A capacitação conta com a parceria do Hospital Regional Senador José Cândido Ferraz e da 12ª Regional de Saúde.

WhatsApp chat